15 abr

Yôga, benefícios do autoconhecimento, concentração e meditação

beto

 

Sou advogado, tenho 47 anos, até 2 anos atrás era sedentário e pesava 97kg, sofria de hipertensão, ansiedade e tinha 2 hérnias de disco.

Comprei uma bicicleta e passei a praticar o ciclismo e isso deu início a transformação de minha vida. Mudei minha alimentação e fiz uma reeducação alimentar completa.

Atualmente pratico diversos esportes com regularidade: muay thay, corrida de rua, futebol, ciclismo, skate e musculação e estou pesando 73 kg.

Em dezembro de 2015 iniciei a prática do Yoga, visando obter uma melhora no alongamento.

Mas qual não foi minha grata surpresa quando encontrei com uma prática profunda do autoconhecimento, da concentração, do autocontrole e da meditação.

A prática do yoga mudou minha vida!

Encontrei no yoga a oportunidade, sim, de conhecer melhor a mim mesmo e de encontrar e superar limites físicos e mentais.

Através da meditação os benefícios relacionados à concentração e ao autocontrole são imensos.

A mudança comportamental que passei a experimentar, como fruto do aprendizado do yoga tem sido fantástica, pois, o respeito ao próximo, a empatia, a simpatia e sua atitude passam a ser diferentes. É uma questão de energia e vibração.
A relação que estou aprendendo a ter com a respiração, com o controle de força muscular na prática dos ásanas e com a meditação do yoga está provocando a melhor transformação que já experimentei.

Enfim, posso dizer que o yoga se traduz em autoconhecimento, força e equilíbrio e autocontrole, e afirmar que a meditação é algo incrível.

O yoga me fez encontrar uma felicidade completa com as coisas mais simples da vida


Autor: Beto Zanforlin é Advogado, esportista, praticante de Nadi Yoga


Saiba mais sobre nosso serviço de Yoga

16 mar

A Ciência da Felicidade

lov

 

A ciência provou que a felicidade não é apenas um estado temporário de satisfação, mas uma habilidade que pode ser aprendida, como tocar violino ou jogar basquete.

Mas como PRATICAR felicidade?  Exercícios simples como a respiração diafragmática, automassagem e o relaxamento profundo baixam os níveis prejudiciais dos hormônios do estresse como o cortisol. E uma vez que um alto nível de cortisol é diretamente ligado à depressão – e pessoas felizes em geral têm níveis mais baixos de cortisol – essas práticas que harmonizam a nossa bioquímica interior certamente aumentam o nosso bem-estar.

A meditação também tem se provado capaz de “recircuitar” nossos cérebros de tal modo que lobo pré-frontal esquerdo fica mais ativo. A ativação dessa região do cérebro está associada a uma predominância de emoções positivas – mais prazer nas atividades cotidianas, mais entusiasmo e energia.

Por outro lado, mais atividade no córtex pré-frontal direito está associada com agitação mental, preocupação, descontentamento com a vida e tristeza. Pessoas com mais ativação nesta área são mais propensas à depressão clínica.

Uma prática sistemática de meditação, que ativa o lobo pré-frontal “positivo” do cérebro na verdade nos faz sentir melhor no nosso dia-a-dia.

Como disse o psicólogo William James, “Ao mudarmos as atitudes internas das nossas mentes podemos mudar a expressão externa das nossas vidas”.

Podemos transformar nossas mentes em brilhantes fontes de energia positiva, e fazer transbordar nossa luz interior para o mundo à nossa volta.

Todos almejamos um mundo de benevolência compassiva, comunidades harmoniosas, ecossistemas saudáveis, governança justa e prosperidade para todos. E isso começa dentro de nós.
O Instituto Visão Futuro em Porangaba, SP promove programas que ensinam essas simples técnicas que aumentam o nosso bem-estar.


Autora: Dra. Susan Andrews é formada em Antropologia pela Universidade de Harvard, e doutora em Psicologia Transpessoal. Fundadora e Diretora do Parque Ecológico Visão Futuro. Ministra Cursos de Formação em Biopsicologia e autora de diversos livros



15 fev

Alunos do 8º ano realizam aula Inaugural do Projeto Corpo e Saúde

obj

 

Com a orientação do professor e psicólogo, Venício Loenert, alunos do 8º ano iniciaram o projeto Corpo e Saúde com uma aula especial de yôga onde tiveram a oportunidade de conhecer algumas técnicas meditativas, de concentração e corporais que desenvolvem o equilíbrio, a flexibilidade, a resistência e coordenação

Publicado originalmente: Objetivo Itapetininga