1 mar

O Resgate do Amor

hands

 

Constelação Familiar Sistêmica é uma terapia breve que pode ser realizada numa sessão individual com auxílio de bonecos ou em um grupo de pessoas. Trata-se dos efeitos da complexidade dos relacionamentos humanos. Revela que conflitos familiares não resolvidos podem influenciar várias gerações de uma mesma família.

Numa vivência de Constelação Familiar é revelado onde o amor estava bloqueado gerando mal estar na família. Alguns exemplos:

• Luto não elaborado;

• Pessoa preterida, um antigo namorado ou namorada dos pais ou dos avós que ainda está ressentida;

• Morte, consequência de um acidente de trânsito ou de uma briga;

• Perda dos pais ainda em criança;

• Afastamento dos pais nos primeiros anos de vida de uma criança. Quando isso acontece, essa pessoa pode sem saber por que, sem entender, se aproximar e se afastar de seu companheiro, de seu filho ou dos amigos.

Na Constelação em grupo, os presentes sentam-se em círculo deixando o centro da roda livre. A pessoa que vai constelar expõe seu tema. (Por exemplo, a dificuldade de relacionamento com alguém.)

O constelador lhe pede para escolher entre os presentes uma pessoa para representá-la e outra pessoa para representar seus pais e/ou a pessoa com quem ela está com dificuldade.

Os representantes entram no “campo”, o centro da roda. São posicionadas pelo constelado no lugar onde ele sente intuitivamente ser o melhor. O constelado volta ao seu lugar na roda e todos presenciam a constelação.

Os representantes captam as sensações e sentimentos de quem representam e por meio deles revelam onde está o bloqueio daquela família que impede que o amor flua livremente. O constelador, em sintonia com o seu cliente, ciente das Ordens do Amor, descobertas por Bert Hellinger, faz então as intervenções necessárias para que a harmonia volte àquela família.


Autora: Vera Cyrineu é Pedagoga, com especialização em Psicopedagogia, Constelações Familiares Sistêmicas, Terapia Corporal, Transdisciplinaridade em Saúde, Educação e Liderança, Reiki.


Saiba mais sobre nossa atividade de CONSTELAÇÔES FAMILIARES

2 fev

A terapia das relações familiares

const3

 

A Constelação Familiar Sistêmica é uma abordagem terapêutica desenvolvida pelo alemão Bert Hellinger que descobriu que relações familiares conflituosas podem gerar problemas de saúde, de comportamento entre outros, em várias gerações de uma família.

A Constelação é uma abordagem que olha para todo sistema familiar até encontrar a origem do mal estar. Pode ser realizada individualmente, com auxílio de bonecos, ou em grupo.

Para que uma Constelação Familiar aconteça em um grupo é necessária a presença do constelador, do constelado, de um grupo de participantes e dos representantes:

Constelador: pessoa habilitada em Constelação Familiar, o facilitador do processo que trabalha  o tema solicitado pelo constelado, a partir das informações dos representantes e das leis sistêmicas visando à harmonização daquele sistema familiar. Uma constelação pode ter um efeito concreto imediato, dar início a um movimento em direção à solução ou ampliar a percepção sobre a questão tratada.

Constelado: o cliente que tem um tema, um problema a ser resolvido, seja ele de ordem física, emocional, comportamental ou financeira.  Apenas um tema é trabalhado durante uma constelação.

Grupo de participantes: são as pessoas presentes na Constelação e não precisam conhecer o constelado ou sua história. Para elas é uma experiência tocante, profunda e enriquecedora.

Representantes: são as pessoas que representam o cliente, as pessoas de sua família, sua dor, seu país ou uma situação específica. São convidados, podendo aceitar ou não, entre os participantes e expressam as relações familiares através de sua postura, movimentos e sentimentos aflorados no momento em que ele entra no “campo” da Constelação. O que se mostra nos representantes são as relações, processos e efeitos psíquicos e não as próprias pessoas.


Autora: Vera Cyrineu é Pedagoga, com especialização em Psicopedagogia, Constelações Familiares Sistêmicas, Terapia Corporal, Transdisciplinaridade em Saúde, Educação e Liderança, Reiki.


Saiba mais sobre nossa atividade de CONSTELAÇÔES FAMILIARES

2 jan

Para que o amor volte a fluir

family

 

Terapia breve, a Constelação Familiar Sistêmica é uma abordagem terapêutica que permite que o Amor que estava bloqueado possa fluir. Se na grande família – pais, filhos, avós, bisavós, trisavós, tios, antigos companheiros – alguém foi excluído por algum motivo ou também se houve algum luto não elaborado em uma das gerações, o Amor fica bloqueado e acontece o fenômeno da história se repetir em várias gerações.

Ex.: a avó separou-se do marido aos 40 anos. A filha e a neta também se separam. O avô foi à falência. O pai e o neto também. Problemas de comportamento, questões de saúde física ou mental, questões profissionais ou financeiras, podem ter origem sistêmica, ou seja, a pessoa em questão, por lealdade e amor, inconscientemente repete a história de pessoas de outras gerações. É comum ouvirmos expressões como: “Tal pai, tal filho”, “É o avô esculpido”, “Tem a cabeça dura igual o tio fulano”.

Na Constelação reúne-se um grupo de pessoas, que podem ser desconhecidas entre si, e a pessoa que deseja ser constelada. Esta apresenta ao constelador o seu tema, a sua queixa, aquilo que a incomoda, em poucas palavras. Não é necessário se aprofundar na questão. De acordo com a questão do cliente, o terapeuta poderá pedir que escolha e posicione pessoas para representar alguns membros familiares. O Campo daquela família se apresenta e os representantes captam os movimentos, sentimentos e sensações dos representados. Através destas informações o terapeuta percebe qual a intervenção necessária para que se chegue a uma solução satisfatória para aquela família.

Apenas uma pessoa da família é constelada e o benefício se estende a todo sistema familiar.  Os representantes e as demais pessoas presentes durante uma constelação, muitas vezes pegam “carona” na história daquele que constelou e também são beneficiados.


Autora: Vera Cyrineu é Pedagoga, com especialização em Psicopedagogia, Constelações Familiares Sistêmicas, Terapia Corporal, Transdisciplinaridade em Saúde, Educação e Liderança, Reiki.


Saiba mais sobre nossa atividade de CONSTELAÇÔES FAMILIARES

1 nov

Déficit de Atenção

deficit

 

Nossa cultura atualmente nos pede uma atenção constante e flutuante entre muitas demandas. Por estarem sempre conectados com o externo, muitas pessoas se queixam da dificuldade de focar e se aprofundar.

Especialmente crianças e adolescentes têm, com frequência, recebido diagnóstico de déficit de atenção, de serem dispersivos, de se distraírem com qualquer coisa, de não fixarem a atenção, principalmente durante as aulas. Quando questionados, sobretudo as crianças, não sabem o que dizer. Tentam prestar atenção nas aulas, se esforçam mas não sabem porque não conseguem.

Alguns pais, após tentativas de aconselhamento, prêmios e castigos, recorrem a tratamento medicamentoso para aliviar o sintoma da desatenção, apesar de seus efeitos colaterais. Outros preferem outras abordagens e chegam até nós, Psicopedagogos e Profissionais de Constelação Familiar Sistêmica.

Olhar além do sintoma

Em Psicopedagogia olhamos não apenas para o sintoma, mas para a pessoa em questão, dentro de sua família e de sua comunidade. Com a Constelação Familiar Sistêmica, este olhar é ampliado para as gerações passadas que pode revelar onde aquele sintoma faz sentido e chega-se, então, à raiz do problema.

Em alguns casos, constatamos um padrão familiar que se repete, outras vezes vemos filhos e pais numa inversão de papéis.

Numa consulta típica com os pais, por exemplo, utilizamos uma dinâmica com materiais concretos para explorar a existência de inversão de papéis ou de pessoas excluídas da família que podem ser a raiz do mal estar acessado pelo filho em questão, gerando dificuldades de aprendizado.

Descoberta a causa, abre-se o caminho para a solução se apresentar e todos poderem voltar para seu devido lugar não havendo mais necessidade do sintoma. Muitas vezes é o suficiente para a pessoa recuperar sua atenção e melhorar na escola.


Autora: Vera Cyrineu é Pedagoga, com especialização em Psicopedagogia, Constelações Familiares Sistêmicas, Terapia Corporal, Transdisciplinaridade em Saúde, Educação e Liderança, Reiki.


Saiba mais sobre nossa atividade de CONSTELAÇÔES FAMILIARES