21 jun

Sagrado Feminino – O segredo das Mulheres Curadoras II

sag2

 

Encontro do Grupo do Sagrado Feminino do Espaço NADI que aconteceu em 11/06/2016, com o tema O Segredo das Mulheres Curadoras, trabalhando as faces do feminino de maneira a trazer evolução e harmonia para a vida, alegrar e curar o planeta. Entre os assuntos desenvolvidos, teve:

• Exercícios para cura;
• Ervas medicinais;
• Cosmética da deusa: shampoos, cremes e produtos de limpeza e beleza naturais;
• Rodas de ciranda;
• Musicas para cantar e dançar!


Saiba mais sobre nosso evento de SAGRADO FEMININO

16 mar

A força do Sagrado Feminino

sag

 

Ativando seu poder

Em um momento onde a força da mulher vem ressurgindo, falar do  sagrado feminino é algo simples, fluído e mais  fácil de ser assimilado. Tudo isso porque as mulheres começam a entender a importância delas no mundo e o quanto é urgente que nós sejamos cada vez mais unidas.

Nós não somos rivais umas das outras, não disputamos os mesmos cargos, os mesmos namorados, o mesmo lugar no mundo.  Somos amigas, somos guerreiras, somos doação, SOMOS IRMÃS.

Quando você olha nos olhos de outra mulher você consegue se reconhecer nela. Essa história que mulher quando se junta com outras mulheres sai intriga, fuxico e fofoca é algo que acabamos engolindo e reproduzindo há gerações , mas esse  não é  o natural. Não era assim  que nos relacionávamos em outras épocas onde estávamos mais  conectadas com a sacralidade na Mãe Terra. Essa ideia de rivalidade é mais uma programação que a sociedade insiste em nos fazer aceitar, para que percamos força. A verdade é que nascemos para ficarmos juntas.

Quando mulheres estão reunidas em um local começamos a produzir naturalmente um hormônio chamado oxitocina, que segundo a Universidade de Birmingham, na Grã-Bretanha, estimula comportamentos como a generosidade, empatia, confiança e o altruísmo. Além disso, esse hormônio destrói o medo, estresse e ansiedade, portanto, cientificamente falando, nascemos para ficarmos unidas, porque dessa forma somos muito mais fortes e muito mais felizes.

A própria natureza se encarregou de nos tornamos sagradas e juntas então, somos capazes de mudar o mundo. E isso não é força de expressão. Temos tanto poder quando nos juntamos que podemos trazer soluções para toda uma sociedade e em maiores proporções somos capazes de acabar como sofrimento no mundo. Basta reconhecer nos olhos de outra mulher sua verdadeira irmã em amor e sacralidade.


Autora: Luciana Farias é Terapeuta holística Formada em gastronomia pela Anhembi Morumbi. É mestre em Reiki, e formada em terapias holísticas como aromaterapia, terapia dos quatro elementos, leitura de aura, tarot
entre outros.


Saiba mais sobre nosso evento de SAGRADO FEMININO

12 fev

O Sagrado Feminino na Dança do Ventre

bell

 

Viver a Arte da Dança do Ventre é algo mais do que prazeroso, seus benefícios à saúde feminina são provados todos os dias especialmente por quem começa a frequentar as aulas.

Mulheres, homens e crianças de todas as idades procuram a Arte da Dança do Ventre muitas vezes por curiosidade ou por achar bonita, mas há quem já nos procure pela saúde e principalmente para curar autoestima, que ao decorrer da rotina de toda mulher vai perdendo força.

Juntas resgatamos o Sagrado Feminino, toda aula buscamos o controle emocional que está perdido ou adormecido. Toda mulher deve saber que é linda do jeito que é sendo justamente a Dança do Ventre a mais generosa que existe, pois ela não escolhe padrão de beleza, é aberta para todas exigindo apenas uma coisa: Vontade!

Os benefícios que já conhecemos sobre a Dança do Ventre: Melhoras na respiração e nas cólicas menstruais, postura, socialização, desafios, paciência e amizade entre pessoas distintas.

Em minha experiência descobri que seguindo o caminho de professora aprendemos mais com nossos alunos do que ensinamos, pois vendo a evolução em cada aula e apresentação é que percebemos que a técnica e emoção colocada na hora de dançar pode ser realizada de várias formas.

Caminhamos juntas, somos uma Irmandade em um ambiente que deixamos os problemas da porta para fora e vivenciamos incondicionalmente a Dança do Ventre.

É na aula que despertamos o que há muito tempo adormeceu, é juntas que crescemos e abrimos os olhos para o que nos tentam tirar todos os dias.

Mulher é linda do jeito que veio ao mundo e do jeito que escolheu ser, não buscamos perfeição, apenas aprendizagem e crescimento pessoal e coletivo.

Desde meu renascimento desejo a todas muita Luz hoje e sempre.
Namastê

“O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em você”


Autora: Jéssica Possi é Bailarina e Professora de Dança do Ventre, graduanda em Educação Física


Saiba mais sobre nosso evento de SAGRADO FEMININO